Azeite, como avaliar?

O consumo de azeite sempre fez parte do cotidiano dos povos que habitavam ao redor do mar mediterrâneo. Hoje, com o mercado globalizado, o consumo esta presente nos mais variados locais do planeta.
Há alguns anos, na continuidade dos trabalhos científicos sobre doenças do coração, o azeite foi ungido a categoria de grande amigo do coração. Os trabalhos atribuem ao consumo do azeite a redução do colesterol e prevenção de inúmeras doenças.
Nesse aspecto, o azeite extra virgem seria o grande campeão, possui a gordura boa, monoinsaturada e possui ainda os antioxidantes naturais, quando os processos de extração do óleo preservam as características desses antioxidantes…
Como escolher um bom azeite?
O consumidor brasileiro erroneamente identifica o bom azeite quando ele tem no rótulo a indicação extravirgem, quando mais ácido melhor!!!
Mas procura tambem uma coloração esverdeada e um aroma marcante.
Grande engano, a característica de ter mais ou menos antioxidantes nada tem a ver com aroma ou cor. Esse é um artificio dos importadores ao léu do gosto dos consumidores.
O bom azeite pode ser translúcido e sem aroma, somente tendo um grau de acidez acentuado.
Não pode ser armazenado por mais de um ano após a fabricação e deve ser guardado em locais com baixa exposição à luz
Bom apetite

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s