Espumantes e Champagne, sofisticação no paladar

Há uma grande infinidade de vinhos ao redor do mundo, as variáveis mais importantes como clima, solo, insolação e tipos de uvas, se mesclam com os processos de vinicultura, criando tipos clássicos em cada pais, em cada região e em cada micro área das diversas regiões.
Os vinhos espumantes, representados pela realeza comercial e histórica dos Champagnes, podem ser encontrados em todo o mundo, perpetrados por bons produtos a disposição dos amantes desse tipo de bebida:
Denominações e origens mais comuns
Champagne – França
Cava – Espanha
Prosecco – Itália
Sekt – Alemanha

Champagne
A mescla clássica de uvas é a utilização da Pinot Noir com Chadonnay, as vezes pode-se utilizar também a uva Pinot Meunier.
A mistura de uvas passa por dois processos de fermentação, o clássico em tonéis e o final na própria garrafa.
Nesses processos são formadas as bolhas, de tamanhos variáveis de acordo com o tipo de uva e produção de gás carbônico e sedimentados os aromas e sabores
Os sabores predominantes lembram frutas, nozes e as vezes leves toques de manteiga, alguns especialistas ainda encontram sabores de biscoitos doces nos champagnes mais sofisticados.
Harmonizam com aperitivos, pratos leves e frutas, podem iniciar e finalizar uma refeição. São ideais em climas quentes e famosos por celebrizarem momentos de confraternização

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s