Molho chimichurri, a alegria dos restaurantes argentinos, sob a ótica da nutrição

O clássico e famoso molho das churrascarias argentinas possui muitos ingredientes que atuam no sabor e no aroma. No entanto, à luz da nutrição, descobrimos que possuem fitoquímicos em abundancia, responsáveis por inúmeras ações de prevenção às doenças crônicas.
– Redução do LDL colesterol
– Redução do nível  de triglicéride sanguíneo
– Ação antioxidante de forma geral

Vejam a receita clássica:

10 unidade(s) de pimenta dedo-de-moça fresca(s)
1 unidade(s) de pimentão verde
1 unidade(s) de cebola
6 dente(s) de alho
1 xícara(s) (chá) de água
1/2 xícara(s) (chá) de azeite de oliva
2 1/2 colher(es) (sopa) de orégano
2 colher(es) (sopa) de sal
1/2 colher(es) (sopa) de pimenta-do-reino branca
Modo de fazer:

Corte em pedaços pequenos os quatros primeiros ingredientes; lave antes a cebola caso queira tirar um pouco o ardido dela, coloque primeiro a cebola com um pouco de água no liquidificador e ligue-o por um minuto ou banhe rapidamente em água quente, depois vá juntando aos poucos todos os ingredientes e bata-os por 4 minutos, ele formará um molho um pouco pastoso.
Pode ser utilizado como entrada, para passar no pão ou, classicamente< sobre pedaços de carne mal passada.
 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s