Cebola, mistérios na composição nutricional que fazem a diferença nos cardápios

A cebola, além de ser utilizada como condimento, possui substâncias químicas de interesse na indústria farmacêutica, como a quercetina. A cebola apresenta baixos teores de proteína, ácidos graxos e carboidratos. É utilizada em diversos pratos e apresenta  alto consumo no cardápio dos brasileiros.

Não existe dose ou quantidade definida para o consumo diário, no entanto,  diversos estudos colocam  que para o melhor aproveitamento das propriedades nutricionais e funcionais, são recomendadas 50 gramas de cebola fresca (crua) por dia

 

Além dos compostos organo ssulfurados, a cebola também é particularmente rica em flavonoides e saponinas.
Dois subgrupos de compostos do tipo flavonoide predominam em cebolas: as antocianinas,  que conferem a coloração avermelhada ou roxa aos bulbos, e os flavonois, destacando-se a quercetina e seus derivados que de outro modo, conferem coloração amarelada ou cor de pinhão aos bulbos.

A cebola, em todos os seus tipos de apresentação, é relativamente rica em cálcio e em riboflavina, em vitaminas B1 (tiamina) e B2 (riboflavina), possuindo teores medianos de vitamina C (ácido ascórbico).
Na sua composição nutricional, possui diferentes minerais, tais como cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e selênio.
O Selênio, mineral relacionado aos processos de defesa imunológica e bloqueio de radicais livres, pode ser obtido da cebola, em vista de sua alta concentração, tanto no bulbo como nas folhas.
Na literatura de culinária e gastronomia, na qual são descritas propriedades medicinais dos alimentos, a cebola é relatada em tratamentos broncodilatadores, anticoagulantes e de fertilidade.
No enfoque mais restrito da sexualidade e fertilidade, não existem pesquisas clinicas com grande embasamento e validação científica de forte impacto em publicação.

Composição química da cebola (cada 100g) 

                 Componente Quantidade
                Proteínas                          1,60g
                Cálcio 32,00mg
                Fósforo 44,00mg
                Ferro 0,50mg
                Vitamina A 120U.I.
                Tiamina 50ug
                Riboflavina 50ug
                Niacina 0,50mg
                Vitamina C 32,00mg

 

IBGE. Censo agropecuário Disponível em: http://www.agricultura.gov.br
. Acesso em: 18/05/ 2005.  .
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s