Maionese, ou melhor, Mayonnaise, não é só um molho amarelado que a vovó fazia

Hoje em dia podemos degustar inúmeros tipos de maioneses, produzidas pela indústria alimentícia em larga escala, podem ser o complemento ideal de muitos pratos do nosso dia a dia.
Na verdade, a maionese industrializada difere daquela guardada nas nossas memórias, possui gordura poli insaturada, ovo nem pensar, temperos variados e sal, nesse caso a opção deve ser por aquelas com menos sal.
Já a maionese artesanal brilha no mundo gastronômico e possui receitas guardadas a sete chaves. Sabemos que pode transformar uma receita, tornando-a a campeã no sabor e na aceitação dos paladares mais exigentes.

A receita básica pede que inicialmente que se bata e desmanche uma gema de ovo, nesse momento pode-se acrescentar uma colher de sobremesa de mostarda. A seguir acrescentar lentamente 250 ml de óleo vegetal (amendoim, girassol , oliva…), sem parar de bater a emulsão. No momento que o preparado atinge a consistência ideal, tempere com sal, pimenta do reino moída na hora e 01 colher de chá de um suco ácido ( limão, vinagres variados como de Jerez, maça ou framboesa).

A maionese harmoniza com peixes, carnes brancas e grelhados variados, fica maravilhosa quando “passada” em uma fatia de pão fresquinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s