Cravo (Syzygium aromaticum), veio das Índias e tomou posse do universo gastronômico.

2923_t1_1Originário do craveiro, uma árvore de até 12 metros de altura nativa das regiões tropicais, o cravo-da-Índia (Syzygium aromaticum) no passado era muito cobiçado por países europeus por sua importância econômica, cultural e medicinal.¹ A sua importância econômica e nutricional estaria relacionada a conservação dos alimentos e o “ disfarce” que os seus aromas causariam em alimentos deteriorados, tornando-os mais adequados ao consumo. Atualmente é conhecido por seu uso como condimento culinário em preparações salgadas (como conservante de carnes e em preparações natalinas), doces (arroz doce, canjica, doce de abóbora) e bebidas (chás, quentão e vinho quente).

Suas propriedades anestésicas e antissépticas são bem difundidas, e introduzidas na odontologia desde 1873. Culturalmente, ao mastigar um cravo pode-se eliminar uma dor bucal e também higienizá-la. ² Os chás são indicados contra náuseas e indigestões.¹

O responsável por essas funções é o eugenol, óleo essencial e majoritário, até 88,5% da composição do óleo extraído do cravo, também é o composto responsável pelo odor e sabor ardente e picante.¹ Entre outros benefícios desse óleo estão funções: antimicrobiana e antifúngica pela estrutura fenólica que provoca degeneração das membranas celulares de bactérias e fungos, antioxidante inibindo a peroxidação lipídica e anti-inflamatória por mecanismos ainda não definidos e mal conhecidos.² ³ 4

Além dos benefícios medicinais o cravo também está presente na indústria cosmética, onde sua essência entra na composição de inúmeros perfumes, cremes e uma vasta gama de produtos que utilize seu aroma marcante e único.¹
Autora: NutricionistaTamires Barrero

Referências:
ASCENÇÃO, V.L; FILHO, V.E.M.; Extração, caracterização química e atividade antifúngica de óleo essencial Syzygium aromaticum (cravo da Índia); Cad. Pesq., São Luís, v. 20, n. especial, Julho, 2013;

LINARDE, C.F.B.M; Estudo do efeito antinociceptivo do eugenol; Fortaleza, 2008;
SCHERER, R; WAGNER, R; DUARTE, M.C.T; GODOY, H.T; Composição e atividades antioxidante e antimicrobiana dos óleos essenciais de cravo-da-Índia, citronela e palmarosa; Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.11, n.4, p. 442-449, 2009.
SILVESTRIL, J.D.F; et al. Perfil da composição química e atividades antibacteriana e antioxidante do óleo essencial do cravo da Índia; Rev. Ceres. Viçosa, v.57, n. 5, p.589-594, set/out, 2010.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s