Chá verde, como escolher e potencializar as ações nutricionais

Comercialmente encontramos o chá de saquinho, com as folhas secas ou as cápsulas, as duas apresentações, têm o mesmo efeito e mantém suas propriedades nutricionais.

Os chás de saquinho funcionam da mesma maneira que as folhas, porém eles podem conter outras partes da planta, como pequenos pedaços do talo e sementes, o que diminui os efeitos desejados, além de não revelar o real aroma e sabor da bebida.

Os produtos comerciais, em formato longa vida, possuem baixa concentração de antioxidantes e o seu consumo necessário esta relacionado a um grande volume diário, impraticável, do ponto de vista prático.
Alguns trabalhos indicam a utilização de água na temperatura em torno de 80 graus, evitando a utilização de água fervente. Com esse cuidado, estaríamos preservando os antioxidantes e aumentando o aroma.

Os estudos científicos sobre o chá verde são bastante diversificados quanto à metodologia e resultados, porém, o que mais se observa, é que os efeitos benéficos e protetores do chá se manifestam com o consumo de cinco ou mais xícaras por dia.
Além da quantidade, a ingesta diária, por longo tempo, esta associada ao desenvolvimento das ações protetoras.

O consumo de até vinte xícaras de chá verde por dia pode ser considerado seguro.

Não há dados na literatura sobre a quantidade máxima de consumo dos chás encapsulados, no entanto, devemos observar a origem do produto e a sua credibilidade comercial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s