Afrodisíacos nutricionais na história da humanidade

A história esta repleta de alimentos ou preparações de culinária relacionadas ao sexo. Os relatos de Casanova ao consumo de ostras e o aumento de sua “potencia sexual” são famosos e muito explorados pela indústria cinematográfica, literatura e  conversas de botequim.
No entanto existem outros alimentos também “relacionados ao tema”

Chocolate: rico em fitoquímicos que interagem com hormônios centrais de prazer e estimulo ás sensações de relaxamento ao stress mas, na verdade, sem ação direta com a função sexual.
Chanpagne com morangos: essa combinação ganhou fama com os galanteios de James Bond às suas conquistas, não possui relatos científicos ou sequer pesquisas relacionadas.
Caviar: Em muitos tratados históricos e biografias esta relacionado ao sexo e aos preparativos de momentos prazeirosos, e sempre citado acompanhado de chanpagne e vodca, talvez a ambientação de sedução promova efeitos tipo placebo, nada mais do que isso…
Trufas: Produto agrícola de regiões francesas e italianas, possui mistérios de preparo e a sua coleta esta envolvida em histórias secretas de poder e gastronomia. Diversas receitas utilizando as trufas em preparados isolados ou em recheios de aves selvagens relacionam o aumento da libido, inúmeros monarcas europeus deliciavam-se desses preparados em noites de descobrimento de novas amantes, talvez nessas novas conquistas e em todo o mistério do novo, esteja o segredo do alimento.
Gengibre: Alimento relacionado ao desejo sexual e na ampliação do momento de prazer, de verdade somente uma discreta ação vasodilatadora, sem comprovação dessa ação nos órgãos sexuais.
Ovos de codorna: A sua maior reputação esta em uma famosa musica de Luiz Gonzaga, seus similares, como ovos de pato e galinha representavam a fertilidade e sempre intrigaram os povos antigos, dos ovos nasciam os pintinhos e patinhos, mas com o seu consumo não possue validações em incremento de poder sexual.
Alho, amendoim, catuaba e ginseng: Famosos alimentos do anedotário brasileiro, mas somente no anedotário. Alguns pesquisadores ainda tentaram relaciona-los ao sexo, citavam o triptofano e a alta concentração de zinco, não conseguiram qualquer prova irrefutável.
Tomate: útil em molhos e em inúmeros pratos, sua história se confunde com a sua denominação antiga de pomme d`oro, maça do amor etc, mas somente serve como maravilhoso ingrediente de molhas e componente de saladas.
Mandragona: Um dos alimentos citados em crônicas de Maquiavél, na verdade, é uma planta da família da batat.a e do tomate, segundo Dias Lopes em crônicas jornalísticas. Seu mistério e sua fama remontam na utilização em preparados milagrosos para engravidar e manipular mulheres casadas e ávidas por amor, sempre segundo Maquiavél…

Na verdade não existem alimentos definitivamente relacionados à função sexual, podem existir nutrientes que ajudam na produção hormonal, na formação de espermatozoides ou no envolvimento emocional com as relações envolvendo, amor, sexo e prazer.
O ideal, independente de qualquer intenção, é sempre consumi-los e aumentar a nossa qualidade gastronômica e o prazer de viver!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s