Comer bem fora de casa, é possível?

A alimentação fora de casa é cada vez mais comum na população brasileira. O aumento da oferta de empregos, a distância entre a casa e o trabalho, o número de compromissos e o acelerado ritmo de vida, são alguns dos motivos que explicam o aumento das refeições fora de cada. Estima-se que o setor de serviços de alimentação cresceram 15%ao ano no Brasil

Enquanto este novo hábito soluciona a falta de tempo, proporcionando agilidade e praticidade, acaba criando novas questões, como o excesso de peso. Diversas pesquisas mostram a relação entre a frequência da alimentação fora de casa, com consumo de alimentos calóricos e porções além das recomendadas, e a obesidade.

Dentre as opções de restaurante, o que mais se destaca atualmente é o sistema self servisse, ou o quilo. Ele pode ser mais econômico além de proporciona liberdade de escolha para montar um prato proporcional à fome e com os alimentos de maior preferência. O fato é que existem algumas formas de se alimentar bem, escolhendo tipos de alimentos que mais agradam, sem causar um desequilíbrio, resultando em um prato calórico demais. Existem algumas atitudes que não restringem a alimentação fora de casa e ajudam a manter a saúde:

– verificar a quantidade de comida colocada no prato. Pratos menos cheios, aumentam o tempo da refeição dando o tempo necessário para a sensação de saciedade.

– ser criterioso com o tipo de alimento e saber saborear aquele que mais gosta.

– escolher preparações mais saudáveis como um filé grelhado ao invés de um parmegiana.

– evitar as redes de fast food é sempre uma escolha prudente, já que possuem um cardápio pouco nutritivo e com muitos pratos gordurosos.

– em restaurantes self servisse sempre comece pela salada, combine os diferentes grupos de alimentos, evitando arroz e batata, por exemplo. Evite frituras.

– prefira as frutas na hora da sobremesa.

– evitar as bebidas com alto teor de açúcar como refrigerantes, sucos industrializados e refrescos.

A alimentação fora de casa não é necessariamente um problema para a saúde. Basta que haja bom senso e critérios na hora das escolhas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s